Depoimentos

Anna Zühlke

Sou a tutora de Hope e Johnny, entre tantos outros animais adotados, das mais variadas espécies…E em relação aos dois, resgatados dos maus tratos e abandono, desde recém nascidos, sempre me preocupou as conseqüencias e seqüelas de uma gestação de uma cachorrinha igualmente abandonada, faminta, fraca e mal tratada, em todos os sentidos.De fato, ambos, únicos sobreviventes de uma ninhada de nove filhotes, apresentaram, ainda jovens, alguns problemas mais comuns às idades mais avançadas, cujos tratamentos, convencionais, fariam uso de anti inflamatórios e fortes sedativos para as dores na coluna, como a morfina, e todos por tempo quase que indeterminado.Com certeza, qualidade de vida e órgãos importantes estariam comprometidos.

Fiz, então, o que faria se o problema fosse comigo ou com meus filhos humanos: pesquisei e busquei soluções.Foi qdo descobri a Reabivet e agendei imediatamente uma avaliação, para ambos, com a Dra Cristiane que, após exames, já estabeleceu os procedimentos adequados a cada um.Como por milagre, na verdade competência, ambos, principalmente Hope, a que sofria mais com dores tão intensas na coluna, que a impediam, inclusive de se alimentar e fazer o que mais gosta, passear, voltaram, até muito mais rápido do esperado, à vida normal, com tudo a que têm direito e, melhora ainda, sem necessidade de fazerem uso de quaisquer medicamentos alopáticos.

Hoje, tão pouco tempo após iniciado o tratamento com acupuntura, mocha, laser e outros tantos recursos que, quisera, outros também descobrissem e se beneficiassem de seus efeitos espetaculares, observo, orgulhosa, cada passo firme desses meus queridos, já sem quaisquer dores, cheios de entusiasmo e confiança.Me alegro por eles, por mim – e pelo Planeta, menos poluído com resíduos tóxicos de drogas que podem e devem ser evitadas.Que o magnífico trabalho de toda a Equipe da Reabivet possa, cada vez mais, atingir um número maior de indivíduos e devolver, a cada um, a esperança e a alegria de se recuperar e viver da melhor forma possível, sem medos e limitações evitáveis.

O outono logo dará lugar ao inverno e Hope e Johnny não têm sentido as dores que os afligia e quase incapacitava para o melhor de suas vidinhas…Parece, na verdade, terem regredido no tempo: voltado à adolescencia, cheios de vontade e capacidade de se aventurarem em seus passeios e brincadeiras pela casa, jardim e arredores…E estarem melhor preparados para quando a idade mais avançava os alcançar.Agora, sabemos, temos recursos seguros e amigos competentes e amorosos que, na hora certa, nos ajudarão, assim como têm feito nos tempos atuais.Que um dia, todos os animais, sejam eles de que espécie forem, também tenham acesso a tanto cuidado, a tanta esperança, a tanto carinho…

Anna Zühlke
Membro Ativista do PETA
People for the Ethical Treatment of Animals

Sobre o autor

ReabiVet

Deixe um comentário