5 dicas da ReabiVet para seu Pet encarar os fogos de artifício

21 de Dezembro de 2011

Home / A Reabivet / Notícias / 5 dicas da ReabiVet para seu Pet encarar os fogos de artifício
5 dicas da ReabiVet para seu Pet encarar os fogos de artifício
Todo final de ano é a mesma história, muita alegria, a família e amigos reunidos, comida e bebida farta, mas aí vêm os fogos de artifício ... os benditos fogos.

Eles causam uma série de eventos desfavoráveis na vida dos animais. Nos animais de produção eles podem causar uma quebra da produtividade, por exemplo num rebanho leiteiro, as vacas podem despencar sua produção de leite diário e não mais se recuperarem dentro daquele ciclo de produção; as galinhas deixarem de botar ovos, etc. Nos nossos Pets eles podem causar sérios danos como, num ato de desespero o animal procurar um local de abrigo e/ou sair correndo e neste momento ocorrer um trauma nas patas da frente ou de trás, fugir e ser atropelado, morder alguém sem querer, ou pior, sofrer algo permanente como uma lesão na coluna, pois tentou passar em algum lugar, pulou de um local muito alto, etc.

Estas citações parecem ficção, mas ocorrem com freqüência na rotina dos consultórios veterinários, por isso elaboramos 5 dicas para você evitar que isso aconteça com seu querido companheiro, vamos lá:

1 – Faça um treinamento de dessensibilização
Prepare seu animal para o momento dos fogos, ou seja, vá acostumando os ouvidos dele ao barulho. O cão tem a audição 4 vezes mais sensível que a dos humanos, além de ouvir sons que nossos ouvidos não captam. Pode-se gravar o barulho de fogos estourando, trovões, aspirador, secador, e sistematicamente acostumar o animal a variados sons, aumentando o volume gradativamente durante o processo.

2 – Tire o foco no momento do barulho
Esta estratégia deverá fazer parte do condicionamento do animal quando houve o treinamento de dessensibilização, fazer a brincadeira predileta, distrair, tirar o foco do barulho, devem ser praticados em conjunto.

3 – Identifique a rota de fuga
Este é o local da sua casa onde seu animal procura abrigo quando se sente ameaçado ou com medo. Deixe este lugar acessível e disponível para o momento que os fogos iniciarem. Por exemplo, se é um cantinho onde fica encostado um móvel, desencoste-o um pouco de modo que dê para o pet ser acolhido; para um armário, deixe a porta aberta; para uma caminha, deixe-a próxima com suas cobertas junto.

4 - Aja de forma natural, procure estar presente e não se desespere junto
O animal sente a ansiedade do dono, então procure se controlar e não aja como se estivesse salvando seu animal do ataque de um crocodilo, fatal; mantenha a calma e pratique a dica 2

5 – Recompense o pós-fogos
Após o término do espetáculo elogie seu Pet, agora sim faça festa, dê-lhe um belo agrado, podendo também utilizar petiscos, se for este o fator motivacional do seu animal.

Em complemento a todas essas dicas, uma boa indicação para auxiliar esse condicionamento comportamental são os florais, eles proporcionam resultados concretos para casos de fobia e ansiedade. Recomendamos também que você nunca deixe seu Pet em piso liso, pois independente das datas comemorativas, os animais podem sofrer traumas devido a escorregões, acelerar processos de displasias e desenvolver dores compensatórias. Providencie tapetes de borracha ou E.V.A. (Etil.Vinil.Acetato) e distribua pelo local de permanência do seu amigo.

Então vamos lá, mãos à obra para dar tempo de colocar em prática essas dicas, elas certamente vão fazer a diferença. Boas Festas!




Contato

Campinas
Rua Pereira Tangerino 318
Jardim Guanabara, 13073-210

(19) 3294-5345
(19) 3203-5634
(19) 99757-5345

Indaiatuba
Rua Alberto Santos Dumont 1697 Salas 6/7
Cidade Nova, 13334-150

(19) 3294-5345
(19) 99941-4673

Atendimento

Campinas
Segunda a Sexta: 09h às 18h
Sábados das 9h às 12h

Indaiatuba
Segunda a Quinta: 09h às 19h

© Copyright 2018 - ReabiVet | Design Studio9dade
Top