Você sabe quais são alguns dos pilares para promover saúde para seu pet?

Alimentação

A alimentação e principalmente, a nutrição de nossos cães é um dos principais fatores, se não o principal, para manutenção da saúde de seu cão.

Oferecer uma alimentação de boa qualidade (seja ração ou dieta natural), equilibrada para cada fase do animal e com as suplementações necessárias é o pilar número 1 para promover saúde e bem estar do seu animal.

Saiba mais no link: www.reabivet.com.br/nutrologia/dieta-natural-balanceada

Saúde bucal

Limpezas periodontais são necessárias de tempos em tempos. Em alguns casos, são necessários outros tratamentos periodontais. Mas novamente, em termos preventivos para uma melhor saúde geral de seu cão (não apenas saúde bucal), é necessário não deixar a boca do animal sem limpezas periódicas, sabe por quê?

A boca é um constante foco de infecções bacterianas que prejudicam vários órgãos internos. Porém nesta medicina "preventiva" a qual estamos dispostos a te informar, o problema do tártaro na boca dos cães tem uma importância ainda maior.

Uma das coisas mais danosas pelo qual o tártaro é formado, é um conjunto de bactérias "ruins" que geram um processo de inflamação crônica, não somente na boca, mas em todo o organismo. E a Inflamação crônica é a “porta de entrada” para todas as doenças crônicas e degenerativas.

Saúde intestinal

A maioria das pessoas não imagina o quanto é importante que seus animais tenham um intestino saudável e acostumam-se com o fato de seus animais apresentarem alguns desconfortos como prisão de ventre, flatulência, distensão abdominal e outras intercorrências, sinais de um desequilíbrio intestinal.

Todos sabem que é por meio do intestino que absorvemos os nutrientes e a água que precisamos! Mas sua importância não pára por aí, pois também é um órgão essencial para a nossa imunidade, uma vez que a mucosa intestinal possui em torno de 60% das nossas células de defesa. Inclusive o intestino já é chamado de “segundo cérebro, tamanha a importância da microbiota intestinal na imunidade e saúde como um todo.

Quando a flora intestinal dos animais apresenta mais bactérias nocivas do que bactérias benéficas, temos um quadro que chamamos de disbiose intestinal, o que pode vir a causar, além das intercorrências comumente conhecidas (diarreia, cólicas…), outros problemas que muitos não imaginam que tenham relação com o intestino, como por exemplo: falta de absorção de nutrientes, problemas de pele, infecções no trato urinário, doenças auto – imunes, câncer, entre outros.

Assim, estudos vêm demonstrando cada vez mais que diversas doenças e distúrbios podem se originar ou ter relação com a saúde intestinal.

Para que os animais tenham um intestino saudável, a flora intestinal precisa estar equilibrada, colonizada em sua grande maioria com as bactérias que geram efeitos benéficos a saúde, conhecidas como bactérias probióticas e ao mesmo tempo a mucosa e a parede intestinal precisam estar intactas para que nenhuma substância nociva passe do intestino direto para a corrente sanguínea, gerando distúrbios.

Para conseguir esta saúde, a nutrição, mais uma vez, é fundamental. Para cuidar do intestino, é necessário evitar dar aos animais altos teores de açúcares e carboidratos, gorduras, alimentos processados e industrializados (bifinhos comerciais, comida de latinha industrializada e petiscos industrializados de forma geral), bem como oferecer ao animal proteína de alta qualidade e água de boa qualidade. O excesso de medicamentos também interfere diretamente na microbiota intestinal.

Para refazer a microbiota intestinal, é essencial introduzir fontes de fibras prebióticas, seja por meio da alimentação ou suplementação e também suplementar bactérias probióticas.

Prevenção da Obesidade

A obesidade atualmente é uma "praga" mundial, tanto na vida dos seres humanos como dos nossos animais. O animal obeso é um poço de inflamação e doenças! Lembra que mencionamos lá atrás que: toda a doença crônico degenerativa começa com inflamação crônica, abrindo portas para todo tipo de doença!
Sentimos dizer-lhe:
Sim, se você deixar seu cão ficar obeso, ele vai abandoná-lo mais cedo e doente!


Não precisa falar mais nada né?
Prevenção da Obesidade

Eliminação de toxinas

A detoxificação ocorre principalmente no fígado, além dos pulmões e pele. Trata-se de eliminação de substâncias xenobióticas (substâncias químicas, metais pesados, pesticidas, inseticidas ou outras moléculas estranhas ao corpo). Os animais estão em contato com várias substâncias estranhas ao corpo e que a presença delas no metabolismo o afeta radicalmente tanto a nível de ganho de gordura quanto a aparecimento de doenças. Essas substâncias migram por todo o corpo e alteram a produção hormonal, reduzem a atividade das mitocôndrias, (organela no corpo importantíssima para energia, vitalidade e saúde).

Para ter uma idéia em como as estas substâncias estão presentes na vida do animal, citamos: produtos de higiene e embelezamento animal (contém mercúrio), nos plásticos (Bisfenol A), nos alimentos industrializados ( rações, comida em lata, petiscos), nos medicamentos e produtos anti-carrapatos, vacinas e etc.

Podemos promover a detoxificação dos animais através dos alimentos, fitoterapia, nutracêuticos, homeopatia, acupuntura, ozonioterapia e medicina quântica.

Saiba mais sobre Homeopatia
www.reabivet.com.br/homeopatia

Saiba mais sobre Ozonioterapia
www.reabivet.com.br/reabilitacao/ozonioterapia

Check-up periódico

Os animais têm necessidades fisiológicas (físicas e psicológicas) diferentes a cada etapa de sua vida: filhotes, animais adultos e idosos.

No caso de animais adultos, é interessante levá-los para “check ups” que incluam exames físicos e laboratoriais, pelo menos uma vez ao ano (caso o animal esteja livre de qualquer sintoma de doenças, do contrário, devem ser levados com mais freqüência).

A partir dos oito anos, quando os cães começam a ser considerados idosos (dependendo da raça) é extremamente necessário um “check-up” antes que comecem a ficar doentes. Check-ups com a freqüência de seis meses são ideais para um diagnóstico mais precoce de doenças.

Exercícios Físicos

Os exercícios são importantes tanto na prevenção como no tratamento de doenças. Por isso, esforce-se para pelo menos caminhar com seu cão, 30 minutos por dia. Você e ele vão sentir os benefícios! Outra solução é procurar profissionais para fazer isso: cuidadores, passeadores, academias de animais como temos na ReabiVet.

Saiba mais: www.reabivet.com.br/academia
Medicina Funcional e Preventiva Medicina Funcional e Preventiva Medicina Funcional e Preventiva Medicina Funcional e Preventiva

Contato

Entre em contato conosco e solicite mais informações!
Fone: (19) 3294-5345 / (19) 3203-5634
Whatsapp: (19) 9-9757-5345
E-mail: contato@reabivet.com.br

Mensagem online

Reabivet Academia e Centro de Reabilitação Animal
Rua Pereira Tangerino, 318 - Jardim Guanabara
Campinas/SP - CEP: 13073-210
(19) 3294-5345
© Copyright 2016 - ReabiVet
Design studio9dade